Luiz Antonio Lacerda recebe título de cidadão natalense

O vice-presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio RN), Luiz Lacerda, recebeu nesta quarta-feira (1º) o título de Cidadão Natalense. A solenidade aconteceu na Câmara Municipal de Natal e foi prestigiada pelo presidente em exercício do Sistema Fecomércio RN, Gilberto Costa, vários diretores do Sistema e lideranças empresariais, políticas e religiosas.

A honraria foi proposta pelo vereador Raniere Barbosa (PDT) e aprovada à unanimidade na Casa, como reconhecimento pelos relevantes serviços prestados por ele ao município. O parlamentar comentou que a “sessão foi uma das mais prestigiadas” pela sociedade.

“Conheço Luiz há 30 anos e sempre foi um empresário dedicado, com uma história exemplar. Luiz Lacerda é um empreendedor nato, que conseguiu abrir e expandir suas lojas, tendo hoje um currículo invejável. Por isso, merece o título de cidadão natalense pelos feitos na capital”, justificou Barbosa.

Em seu discurso, além de agradecer ao parlamentar a outorga do título, o vice-presidente da Federação reforçou o carinho e dedicação que tem à sua cidade natal, Macaíba, onde nasceu e construiu a vida empresarial.

“É aqui onde travo tantas batalhas na defesa dos interesses dos meus pares. A cidade de Natal dispensa adjetivos, porque todos já foram usados para defini-la. Sua beleza, seu encanto, a simpatia do seu povo e o seu enorme potencial econômico são muito bem conhecidos de todos nós. Por isso tenho tanto orgulho em receber esta honraria”, declarou o mais novo natalense.

Luiz Lacerda veio para Natal em 1978 para continuar os estudos. O dinheiro curto, de família pobre, o obrigou a conciliar os estudos com o trabalho. Trabalhou como promotor de vendas nas empresas Diógenes de Andrade e CIPLA, destacando-se diversas vezes pelo volume de vendas que fechava.

Conhecendo o segmento de materiais de construção, Luiz Lacerda abriu, em sociedade com o irmão, Luiz Carlos, uma loja do segmento. Nasceu a Comercial Lacerda, que depois viria a ser Redecon Lacerda, inserida na rede de lojas de material de construção que Luiz Antonio Lacerda preside desde 2006 e que tem hoje 15 lojas em 14 municípios do Rio Grande do Norte.  Tornou-se, ainda, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Macaíba, condição que se soma ao histórico de presença em diretorias de diversas entidades representativas do empresariado do varejo potiguar, como CDL Natal, FCDL RN e Associação Comercial do RN.

Projeto de Lei expande isenção de ICMS para produção de carnes

Blog-Folha-de-Macaiba_463x66px

O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) apresentou, nesta quarta-feira (1º), Projeto de Lei que expande a isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a produção de carne no Rio Grande do Norte.

Atualmente, o selo “Boi da Terra” já isenta a produção de carne bovina, nascida, criada e comercializada no Estado. A proposta de Gustavo expande o incentivo também para a produção de ovino, caprino e bubalino.

Desta forma, além da carne de boi, os criadores de ovelhas, carneiros, bodes, cabras e búfalos também serão beneficiados com o incentivo. A proposta altera a lei 9.250 de 17 de julho de 2009, de autoria do então deputado estadual Walter Alves (PMDB).

Gustavo Fernandes frisou que a mudança na Lei proposta por ele conta com o crivo de Walter, autor da legislação que vigora atualmente. Antes de apresentar o Projeto, o parlamentar conversou com Alves sobre a intenção de ampliar a ideia inicial dele.

“Nossa iniciativa visa aperfeiçoar a legislação já existente, para abranger os demais produtores de carne do Estado, deixando nossa produção mais competitiva no mercado interno, o que beneficia o mercado local e os produtores potiguares”, explicou Gustavo Fernandes.

Hospital Walfredo Gurgel ensina técnicas de combate a queimadura

Blog-Folha-de-Macaiba_463x66px

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), através do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), promove esta semana uma série de atividades em comemoração pelo Dia Nacional de Combate a Queimadura, celebrado todo 6 de junho. A primeira ação acontece nesta quinta-feira (2), a partir das 19h, no Hospital da Polícia Militar, e será uma capacitação para 35 estudantes da Liga de Cirurgia Plástica do Rio Grande do Norte (RN) e para estudantes de medicina.

No domingo (5), uma tenda exposta durante o Projeto Costeira Viva, abrigará estudantes (de medicina e cirurgia plástica) que esclarecerão dúvidas e ensinarão técnicas de primeiros socorros sobre o que fazer quando ocorrer uma queimadura. Também serão realizados sorteios de brindes e distribuição de protetores solar.

“Mais de 80% das queimaduras acontecem a partir de acidentes dentro de casa. Deste total, as crianças são as grandes vítimas. É preciso sempre estar atento. A queimadura acontece ao menor sinal de distração”, alerta Almeida.

Para quem quiser “levar uma queimadura” (e ainda sair ileso) um artista plástico, com a utilização de maquiagem, simulará para os presentes ferimentos com altas temperaturas.

A diretora geral do HMWG, afirma que “Estamos chegando no período junino e são comuns queimaduras com fogos de artifício, principalmente, em crianças. Quando de segundo ou terceiro grau, as queimaduras podem provocar cicatrizes para toda a vida. Então, todo cuidado é pouco”.

Luiz Antonio Lacerda recebe título de cidadão natalense nesta quarta

A Câmara Municipal de Natal realiza nesta quarta-feira, 1º de junho, às 18h30, no Plenário Érico Hackradt, sessão solene de entrega do titulo de cidadão natalense ao empresário macaibense Luiz Antonio Lacerda.

Em Natal, além ser vice-presidente da Fecomércio do Rio Grande do Norte e exercer liderança no segmento do comércio varejista, Luiz Antonio Lacerda administra uma das maiores redes associativas de lojas do ramo da construção civil, a RedeCon.

Serão também agraciados na solenidade desta quarta-feira, a senhora Rosali Batista Ramalho Cores, Argemiro Pereira da Cunha, Norivaldo Souto Falcão e Antonio Eduardo Martinelli, todos de proposituras do vereador Raniere Barbosa

Servidores do Estado começam receber na segunda, dia 6

Blog-Folha-de-Macaiba_463x66px

O governador em exercício Fábio Dantas confirmou nesta segunda-feira (30), que o pagamento aos servidores deve ser realizado entre os dias 6 e 10 de junho. O calendário oficial referente ao mês de maio será divulgado nesta terça-feira, 31.

As datas foram discutidas em reunião realizada nesta tarde com os secretários de Finanças, Gustavo Nogueira, de Administração, Cristiano Feitosa, e técnicos das duas pastas. Durante a entrevista, Dantas salientou ainda que a previsão – a ser confirmada amanhã pelo Governo do Estado- é de que, diferente dos outros meses, sejam pagos primeiro os servidores ativos, nos dias 6, 7 e 8. A data de pagamento dos inativos será divulgada no calendário de pagamento.

“E é preciso lembrar que se o governo não está pagando dentro do mês não é porque não quer. O problema é do país inteiro, que está enfrentando uma grande crise econômica. Financeiramente para o Rio Grande do Norte, o ano de 2016 está mais difícil que 2015. Não podemos utilizar os recursos da previdência para pagar ao servidor. Tudo isso nos remonta a um contexto em que todo mês é preciso fazer uma nova avaliação”, destacou o governador em exercício, realçando que o RN será um dos primeiros estados do Brasil a pagar seus servidores.

Fábio Dantas acrescentou ainda que o Governo do Estado está trabalhando duro no enfrentamento da crise. “O governador Robinson faz sua parte quando fomenta o Turismo com a redução do ICMS do querosene de aviação (QAV); o governador Robinson faz sua parte quando trabalha para atrair indústrias para o Estado. A arrecadação do Estado permanece, mas a da União não. Para se ter uma ideia, só no repasse de royalties este mês, a frustração foi de 50%”, afirmou

Desemprego bate recorde em abril e renda real do trabalhador recua 3,3%

O desemprego nacional atingiu 11,2% no trimestre encerrado em abril e o rendimento médio real do trabalhador recuou 3,3%, informou na manhã desta terça-feira (31) o IBGE.

É a maior taxa de desemprego apurada até então pela Pnad Contínua, cuja série histórica foi iniciada em janeiro de 2012.

O desemprego em abril bateu recorde negativo no que diz respeito ao contingente de desocupados, que atingiu 11,4 milhões de pessoas, o maior nível já visto pela pesquisa.

A Pnad é a pesquisa de desemprego oficial do instituto. Ela apura dados por trimestre e tem divulgação mensal. O IBGE sugere comparação entre trimestre fechados, para se evitar meses sobrepostos. A pesquisa faz uma verificação em todo o território nacional.

Prazo para MEI declarar faturamento termina nesta terça

 Blog-Folha-de-Macaiba_463x66px

Natal – Encerra nesta terça-feira (31) o prazo para Microempreendedores Individuais prestarem contas com a Receita Federal acerca do faturamento anual do negócio referente ao ano passado. Estão obrigados a enviar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei) quem se formalizou até dezembro de 2015. Gratuita, a declaração pode ser feita no Portal do Empreendedor e resguarda os benefícios da formalização, como aposentadoria e salário-maternidade. No Rio Grande do Norte, existem mais de 80 mil negócios registrados nessa categoria jurídica.

Os empreendedores que não entregarem o documento no prazo legal (até às 23h59) pagarão uma multa de R$ 50. O valor cai para R$ 25 caso o MEI procure regularizar sua situação antes de ser notificado pela Receita Federal. A DASN não tem relação com a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física, cujo prazo terminou no dia 29 de abril.

A declaração deve conter o faturamento registrado pela empresa em 2015, além de informar se houve contratação de funcionário e a descrição da despesa. Mesmo quem estiver inadimplente com o recolhimento mensal de tributos precisa entregar a declaração anual e regularizar a sua situação antes de completar um ano de débito. Após 12 meses sem realizar o pagamento do imposto mensal e sem entregar a Declaração Anual, o registro da empresa será cancelado. Com isso, o empreendedor corre o risco de perder todos os benefícios previdenciários assegurados ao MEI, assim como ficar impossibilitado de emitir nota fiscal.