Arquivo da categoria: Segurança pública

Pela estatística oficial, Macaíba reduziu número de homicídios nos últimos dois meses

Os números de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) apresentaram redução no Rio Grande do Norte nos dois últimos meses. Foi o que constatou os dados da Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (Coine) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed).

Em novembro, foram 159 CVLIs, contra 170 em outubro, uma redução de 6,5%. Levando em consideração setembro, mês de maior quantidade de casos no ano, com 221, a baixa é de 28,1%.

Novembro de 2017 ainda teve uma menor quantidade de CVLIs do que o mesmo período dos anos de 2016 e 2015, quando foram registradas 162 e 176 ocorrências, respectivamente.

Municípios potiguares também apresentaram reduções, como Ceará-Mirim, que vem tendo queda desde julho, quando foram registrados 20 CVLIs, passando para 12 em agosto, 11 em setembro, sete em outubro e quatro em novembro.

Natal e Macaíba também reduziram os índices. A capital potiguar passou de 61 em setembro, para 41 em outubro e 36 em novembro. Já a cidade da região metropolitana caiu de 14 em setembro, para 11 em outubro e quatro em novembro.

A queda no número de CVLIs vem exatamente depois de uma série de ações desencadeadas pela Sesed. Desde agosto, por exemplo, operações integradas, com participação da Polícia Militar, Polícia Civil e Força Nacional, estão acontecendo em vários bairros de Natal, levando em consideração as localidades apontadas pela mancha criminal.

“O trabalho conjunto entre as polícias Militar e Civil com a parceria da Força Nacional está apresentando uma queda significativa nos homicídios. Nós temos atuando também na desarticulação do crime organizado, que é o principal responsável pela maior parte dessas mortes. Vamos continuar atuando fortemente nas ruas para coibir a criminalidade”, apontou a secretária de Segurança e Defesa Social, Sheila Freitas

Disque Denúncia da Sesed ganha novo número de WhatsApp

Uma das principais ferramentas oficiais da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) que auxiliam no combate ao crime, o Disque Denúncia 181 ganhou um novo número de WhatsApp.
A população pode fazer denúncias através do aplicativo pelo número (84) 98132-6057, podendo enviar, além das informações, fotos e vídeos. Assim como o 181, o horário de funcionamento é das 6h até meia noite.
“Como o WhatsApp traz a possibilidade de envio de outras mídias, acaba ajudando o trabalho de investigação policial, facilitando na identificação de uma residência, por exemplo”, destacou o delegado Marcílio Bezerra, coordenador de inteligência da Sesed.
Assim como a ligação feita pelo telefone, a Sesed garante que a privacidade do denunciante será mantida. Os dados recebidos pelo atendente são enviados para o setor de inteligência das forças de segurança do Estado, que irá analisar a veracidade dos dados. Dependendo do teor do que foi repassado, os policiais que estão trabalhando nas ruas são acionados.
Cerca de 500 denúncias são recebidas pelo serviço todos os meses, o que tem resultado em aproximadamente 20 prisões mensais – como de foragidos da Justiça e traficantes – além da apreensão de drogas, armas e veículos

Entidade emite nota de repúdio à exoneração do Comandante Geral da PMRN

Segue na íntegra nota da ASSPMBRN,

É com surpresa e decepção que recebi a notícia da exoneração do Comandante Geral da PMRN, Coronel Azevedo. Perde a Polícia Militar, perde a população, perde a segurança pública do RN. O crime agradece.

Para o atual governo é mais fácil trocar o Comandante da PMRN do que ouvi-lo nas suas reivindicações na tentativa de buscar uma solução para diminuição da violência através das condições adequadas de trabalho dos seus comandados.

Agindo assim o governador Robinson Faria passa para a população a falsa impressão de que o caos na Segurança Pública do RN é culpa da Polícia Militar. Um equívoco, pois a PMRN tem feito o que lhes compete, mesmo diante de todas as dificuldades enfrentadas na luta contra o crime.

Falta de efetivo, Coletes vencidos, viaturas insuficientes, falta de custeio para manutenção da frota existente, salários atrasados, pagamento de promoções atrasados, pagamento dos níveis do subsídio atrasados, diárias operacionais defasadas, descumprimento de acordo pactuado em 14 de fevereiro com os policiais militares. Estas são algumas das sérias dificuldades enfrentadas pela polícia militar e que com certeza comprometem o serviço prestado a população do RN.

Ao Coronel Azevedo, em nome da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN agradecemos e, ao mesmo tempo reconhecemos o seu esforço, compromisso e dedicação na busca por uma segurança pública melhor para profissionais e população do RN.

Disque 181 é importante ferramenta de combate ao crime

Uma das principais ferramentas da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed)  no combate ao crime, o Disque Denúncia 181 tem recebido um grande fluxo de informações e conseguido resultados importantes, graças ao apoio da própria população.

Cerca de 500 denúncias chegam pelo serviço todos os meses, o que tem resultado em aproximadamente 20 prisões mensais – como de foragidos da Justiça e traficantes – além da apreensão de drogas, armas e veículos.

Ao ligar para o Disque Denúncia, o popular não precisa de nenhum tipo de identificação. A informação recebida pelo atendente é enviada para o setor de inteligência das forças de segurança do Estado, que irá analisar a veracidade dos dados repassados. Dependendo do teor do que foi repassado, os policiais que estão trabalhando nas ruas são acionados.

Vale salientar que, por ser um canal exclusivo para receber denúncias – as ocorrências e emergências devem ser dirigidas para o 190 – o 181 tem um horário de funcionando restrito, das 6h até a meia noite.

“ Contamos com a ajuda da população para utilizarmos essa importante ferramenta que é o 181. As denúncias estão ajudando na elucidação de vários crimes”, enfatizou a secretária de Segurança e Defesa Social, Sheila Freitas.

Outro fator importante é que a população evite a realização dos chamados trotes. Para se ter uma ideia do problema, contando com as 500 denúncias mensais, o Disque 181 recebe uma média de 2500 ligação todos os meses. As outras 2 mil estão divididas entre pedido de informações, registro de ocorrências e principalmente os trotes, que acabam congestionando as linhas, o que faz com que pessoas que queiram passar informações importantes para a Sesed, desistam. Além disso, as forças de segurança ‘perdem tempo’ com essas situações, quando podiam estar focadas em situações reais.

Polícia Militar apreende vasto arsenal no litoral Sul

Equipes do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) e do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) apreenderam, nesta quinta-feira (13), um vasto arsenal que estava escondido em uma residência em Búzios, litoral Sul do Rio Grande do Norte.
Os militares faziam uma ronda na região, quando chegaram até a casa. No local, havia um carro estacionado com registro de roubo e que tinha sido tomado de assalto nessa quarta (12), em Natal.
Ao entrarem no espaço, os policiais se depararam com o arsenal. Foram apreendidos quatro fuzis, espingarda calibre 12, uma pistola israelense, vasta munição calibre 9 milímetros e ponto 40, granadas, dinamite, coletes, rádio comunicador, máscara de gás e drogas.
Todo o material foi encaminhado para a Divisão Especial de Combate ao Crime Organizado (Deicor).

Governo do RN lança Plano Estadual de Políticas sobre Drogas

Um plano de ações de combate às drogas contemplando os setores de saúde, educação, ação social, poder de polícia e planejamento do futuro. Assim é o Plano Estadual de Políticas sobre drogas do RN, lançado na manhã desta quarta-feira (05), pelo governador Robinson Faria em parceria com o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN).

O Plano prevê eixos de ação, com a prevenção, cuidado, autoridade com atuação policial preventiva, ostensiva e investigativa, gestão integrada e monitoramento.

De acordo com Robinson Faria, o Plano possui metas que devem ser atingidas em curto, médio e longo prazo. “A luta contra as drogas é cotidiana, mas é possível vencer. Para isso, estamos articulando ações juntamente com as secretarias e unindo as áreas necessárias para o enfrentamento do problema. Para investir em segurança, também precisamos oferecer ações de lazer, saúde, educação e esporte, e isso está incluído no plano”, afirmou o governador.

Robinson também destacou que “O Plano reforça o nosso compromisso com a segurança pública, já que as drogas são hoje uma das principais causas do aumento da violência”.

O documento foi elaborado pelo Comitê Gestor Estadual de Políticas sobre Drogas formado por várias secretarias e órgãos do Estado. O grupo foi instituído pelo Governo em razão do projeto “Transformando Destinos” em parceria com o MP/RN. O trabalho acontece de uma maneira diferenciada e sistemática, atuando na prevenção, tratamento e repressão.

Para efetivar a parceria, foram assinados termos de cooperação entre o Governo do Estado e o MP/RN para a implantação do plano. “O desafio primordial é que todos trabalhem de forma integrada e que as secretarias efetivem ações para impedir que as crianças e jovens se envolvam com drogas. O Ministério Público busca incentivar medidas para fortalecer essa parceria e efetivar as metas estipuladas no plano”, disse a Procuradora adjunta de Justiça do RN, Elaine Cardoso.

Segundo a Sesed, policiais conduziram mais de 2.300 pessoas para delegacias

As forças de segurança do Rio Grande do Norte seguem trabalhando fortemente para reduzir os índices de violência no Estado, como pode ser constatado pelo número de conduções para delegacias na Região Metropolitana de Natal.
De janeiro até maio, 2.304 pessoas foram levadas para prestar esclarecimentos para a autoridade policial. Elas eram suspeitas dos mais diversos crimes, como tráfico de drogas, roubo a veículos, assalto a estabelecimentos comerciais, homicídios, entre outros.
Desse total, 24,38% tinha entre 12 e 17 anos. “Isso mostra que não é apenas uma questão de segurança pública. Quando você tem tantos adolescentes se envolvendo em situações ilícitas, significa que outros setores estão falhando, como a educação e muitas vezes a própria família”, destacou a secretária da Segurança do RN, Sheila Freitas.
A titular da Sesed ainda destacou o trabalho das polícias estaduais. “Mesmo diante das dificuldades já conhecidas, como o déficit do nosso efetivo, os nossos policiais têm trabalhado incansavelmente para garantir segurança para a sociedade”