Arquivo da categoria: Macaíba

Folha de Macaíba: Empréstimo acirra bancadas na câmara de vereadores

Confira a edição online da Folha de Macaíba. Destaque para matéria sobre aprovação pela Câmara Municipal de Macaíba do polêmico empréstimo de R$ 20 milhões para pavimentação de ruas a pedido do Executivo, dia 12. “Empréstimo de R$ 20 milhões expõe dinâmica entre Câmara e Prefeitura”, veja a reação da bancada de oposição.

Leia também notícias do festival de quadrilhas juninas promovida pela Band Natal; Corrida Augusto Severo, a disputa do Cruzeiro no campeonato da Séria B da FNF; Comunidade do Tapará terá escola indígena; além das colunas de Tadeu Oliveira, Danilo Bezerra e Valério Mesquita.

Clique aqui e baixe sua edição.

Caern concentra atendimento aos macaibenses na Central do Cidadão

A partir do dia 09 de julho, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) passará a realizar o atendimento aos clientes do município de Macaíba somente na Central do Cidadão. O escritório localizado na rua Alfredo Mesquita deixará de funcionar – por tempo indeterminado.

A Companhia alerta para o horário de 7h às 13h, de segunda a sexta e lembra que para os serviços emergenciais o consumidor pode entrar em contato telefônico através do 115, ligação gratuita e possível a qualquer hora do dia.

Funcionando desde agosto de 2017 no prédio da Central do Cidadão, o posto de atendimento oferece serviços de negociação de débitos, informações sobre o abastecimento, reclamações, denúncias de irregularidades, pedidos de ligações e religações, entre outros.

Audiência Pública: Programa “Eu Existo” é lançado em Macaíba

A Corregedoria Geral de Justiça do RN (CGJ) participou, na manhã desta quinta-feira, 24, de mais uma audiência pública, em Macaíba, cuja meta foi a de debater a problemática da Adoção no Rio Grande do Norte. O evento, com o auditório do Pax Club praticamente lotado, foi aberto pela corregedora geral de justiça, desembargadora Maria Zeneide Bezerra, a qual apresentou as ações do órgão, dentre elas o objetivo do programa “Eu Existo”, que visa dar visibilidade à crianças e adolescentes disponíveis nos abrigos da Capital e da Grande Natal.

“O que queremos hoje aqui? É mostrar que existem crianças que estão em abrigos sem estrutura física e sem políticas públicas que só desejam uma família, serem amados”, disse a corregedora, na abertura da audiência pública, que também contou com a presença da juíza corregedora auxiliar, Fátima Soares, dos juízes da comarca, os magistrados Felipe Barros, bem como de vereadores e de representantes do Ministério Público, de entidades que trabalham o tema no RN e da Igreja Católica, por meio do pároco de Macaíba, padre Francisco de Assis.

A desembargadora também apresentou os dados recentes sobre a adoção, contabilizados pelas Varas da Infância e da Juventude, de que há 476 pessoas cadastradas para adotar e apenas 43 crianças e adolescentes disponíveis para a adoção. Para a desembargadora, trata-se de uma conta que “não bate” e que precisa de estratégias para reverter tal realidade.

“O número de pessoas interessadas em adotar é muito maior que aquelas que desejam uma família. Mas muitas dessas crianças não se encaixam no perfil. Precisamos dar visibilidade a elas e reverter isso”, enfatiza a corregedora geral.

Para o diretor jurídico da Ong Acalanto, Francisco Cláudio, que trabalha há mais de duas décadas com a problemática no Estado, a questão não é culpa de uma esfera pública ou de uma pessoa apenas.

“Não se trata de encontrar um culpado para crianças que entram bebês num abrigo e ficam até a adolescência. A culpa disso é de todos nós”, aponta o representante da Ong, ao ressaltar que o “Eu Existo” se torna uma espécie de legado na história do RN e do país.
Visibilidade

“O RN, tenho certeza, começou a mudar, porque se propôs a olhar esse quadro com um olhar mais completo e com amor”, destaca e completa: “é um percurso natural – ou deveria ser na prática – uma criança ser amada por uma família”, define.

A desembargadora Maria Zeneide também apresentou um documentário, produzido por meio de uma parceria entre a corregedoria e a secretaria de Comunicação do TJRN, o qual revela o depoimento de crianças e adolescentes que estão em abrigos de Natal e da Grande Natal. Em comum, o desejo de fazer parte de uma família.

“O Eu Existo só existe há poucos dias e após o vídeo apresentado já conseguiu promover adoções. Se conseguirmos promover pelo menos a metade ficaremos felizes com essa missão”, comenta a desembargadora, ao antecipar que a corregedoria já estuda formas de elaborar projetos que ajudem adolescentes, em vias de deixarem os abrigos, por completarem 18 anos.

“Não podemos deixar que sejam lançadas aos leões, a caírem no tráfico por exemplo”, alerta a desembargadora.

“Hoje, acreditamos que o Judiciário não só abriu uma porta, mas escancarou uma porta a fim de facilitar o combate a essa realidade”, conclui a juíza Fátima Soares.

Vacinação contra gripe: postos de saúde devem abrir hoje das 8h às 17h

Em Macaíba, todos os postos de saúde da rede municipal (áreas urbanas e rurais) deverão estar abertos neste sábado (12) entre 8h e 17h para vacinação contra a gripe. O Dia D é uma mobilização nacional feita através da parceria entre o MS e as secretarias estaduais e municipais de saúde.

Nesta campanha, os grupos prioritários são: crianças de 6 meses e menores de 5 anos (no máximo 4 anos, 11 meses e 29 dias), idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), presidiários e funcionários do sistema prisional, adolescentes de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas, além de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Para obter mais informações ou dirimir suas dúvidas, o cidadão deverá discar para o número 3271-6547, da Secretaria Municipal de Saúde de Macaíba. Essa campanha de vacinação está prevista pelo Ministério da Saúde para durar até o dia 1º de junho, seu início foi no dia 23 de abril.

Secretário de Macaíba integra comitê de Programa Nacional de Educação

O secretário municipal de Educação macaibense, Domingos Sávio de Oliveira foi escolhido pela comissão do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) para integrar o programa, que discute todas as ações de formação continuada e formação inicial de professores no Brasil.

Todas as demandas de formação de professores da Educação macaibense serão discutidas no Comitê por intermédio da ação do secretário. O PARFOR também conta com representantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e é vinculado à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Neste contexto de formação inicial e continuada de professores, a Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (SME), tem investido em uma série de formações continuadas para os docentes do município. No último sábado (28), por exemplo, foram realizados o III Seminário de Educação Infantil e VI Seminário de Inclusão Escolar da cidade.

Carro fumacê: ações de combate ao Aedes aegypi serão intensificadas

Em Macaíba, partir desta quarta-feira, 2 de maio, serão intensificadas as ações de combate ao mosquito Aedes aegypi, causador de doenças como dengue, chikungunya e zika. Uma dessas ações será a presença constante de carro fumacê.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os carros fumacês irão percorrer todos os bairros da zona urbana, com ênfase nos que tiverem notadamente maior incidência de casos de doenças relacionadas ao mosquito, bem como os distritos de Traíras, Canabrava, Cajazeiras e a comunidade rural As Marias.

Quanto às demais comunidades rurais, os agentes de endemias farão visitas realizando os trabalhos pertinentes à prevenção e ao combate ao Aedes aegypti, inclusive com uso de Ultra Baixo Volume (UBV). Os horários previstos para a aplicação são 4h e 16h30min.

A orientação é para que os moradores deixem as portas e janelas abertas durante a passagem desses veículos. Vale lembrar que a pulverização afeta apenas os mosquitos adultos. Por isso, é importante que a população mantenha os cuidados em suas residências para evitar ambientes favoráveis ao surgimento e crescimento de larvas, principalmente evitando água parada.

Instituto Tavares de Lira recebe acervo do jornal Folha de Macaíba

O Instituto Tavares de Lyra recebeu na sexta-feira (13), a doação do acervo do jornal Folha de Macaíba, propriedade de Tadeu Oliveira, que possui 22 anos de cobertura jornalística na cidade. Trata-se de um repositório de informações e de imagens sobre Macaíba e o Rio Grande do Norte, consequentemente, fonte indispensável de pesquisa.

O acervo é composto por jornais, recortes e diversas imagens fotográficas. Tudo passará por um processo de higienização, catalogação e digitalização e em breve poderá ser fonte de consulta, disse o historiador Anderson Tavares de Lira, responsável pelo instituto.

Sediado em Macaíba (RN), o instituto foi fundado com o objetivo de preservar o arquivo do historiador Augusto Tavares de Lyra (1872-1958), escritor e político. Contudo, o instituto tem recebido em forma de doação ou comodato, arquivos de antigas instituições, famílias e personalidades de Macaíba, que visualizam na instituição o lugar de conservação e posterior divulgação desses acervos.

Contando e preservando história

O arquivo do jornal Folha de Macaíba é o segundo doado ao instituto, o primeiro foi o extinto jornal O Grande Natal (1994-2004), através dos jornalistas Rômulo Estarnley e Paulo Tarcísio Cavalcanti. O Instituto Tavares de Lyra agradece ao jornalista Tadeu Oliveira pela sua confiança no nosso trabalho.

Para Tadeu Oliveira, são centenas de edições, milhares de páginas impressas e registros fotográficos que já estão aos cuidados do presidente da instituição, o historiador macaibense Anderson Tavares de Lira. Antes de tomar essa atitude, Tadeu procurou órgãos públicos municipais mas não obteve sucesso para formalizar doação do acervo.

Ele acredita ser o mais importante registro de recente história da informação impressa na terra de Auta de Souza. “Nos últimos 22 anos aconteceram fatos importantes para o cenário jornalístico de Macaíba, alguns foram parar nas páginas da Folha de Macaíba”, diz. O próximo passo será a transferência do material fotográfico. “Alguém precisa preservar a história de Macaíba” completa Tadeu

Para Tadeu Oliveira, são centenas de edições, milhares de páginas impressas e registros fotográficos que já estão aos cuidados do presidente da instituição, o historiador macaibense Anderson Tavares de Lira. Antes de tomar essa atitude, Tadeu procurou órgãos públicos municipais mas não obteve sucesso para formalizar doação do acervo.

Ele acredita ser o mais importante registro de recente história da informação impressa na terra de Auta de Souza. “Nos últimos 22 anos aconteceram fatos importantes para o cenário jornalístico de Macaíba, alguns foram parar nas páginas da Folha de Macaíba”, diz. O próximo passo será a transferência do material fotográfico. “Alguém precisa preservar a história de Macaíba” completa Tadeu