Cidade

Pesquisadoras de Natal lançam livro que aborda a qualidade da água potável

Exemplar faz parte de pesquisa intitulada Projeto Águas Limpas, desenvolvida por equipe multidisciplinar

Com o objetivo de alertar para a necessária mudança nas políticas públicas que tratam da temática do acesso à água potável, o Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Universidade Potiguar (PPGB/UnP) lançou o livro ‘Águas Potáveis -Padrões de Qualidade, Metodologias Experimentais e Técnicas de Purificação’. 

Esta obra está inserida no projeto “Águas Limpas”, coordenado pela Profa. Dra. Maria Aparecida Medeiros Maciel e visa contribuir em nível mundial, com a minimização dos impactos quantitativo e qualitativo gerados nos recursos hídricos, que são agravados em função do crescente aumento da urbanização e as demandas excessivas de consumo de água.

Alinhados em uma equipe multidisciplinar, os pesquisadores do projeto destacam que a qualidade da água vem a ser o propósito primário para a proteção da saúde coletiva. Eles também afirmam que é fundamental para caracterizar as consequências de uma atividade poluidora. O projeto Águas Limpas, ao longo dos últimos cinco anos, possibilitou o levantamento de dados, por meio da coleta de amostras de água de 19 bairros de Natal, entre os dias 15 de agosto e 08 de novembro de 2017.

A amostragem aconteceu nos seguintes bairros: Alecrim, Lagoa Seca, Lagoa Nova, Candelária, Capim Macio, Ponta Negra, Quintas, Pajuçara, Lagoa Azul, Nordeste, Bom Pastor, Dix-Sept Rosado, Nazaré, Felipe Camarão, Nova Descoberta, Guarapes, Cidade Nova, Pitimbu, Neópolis. Locais onde a equipe constatou a presença de elevados índices do contaminante íon nitrato. 

Os resultados das análises mostraram valores acima do padrão de potabilidade estabelecido pela Portaria de Consolidação de maio de 2017 do Ministério da Saúde (MS), que é de 10 miligramas por litro de Íon Nitrato. “Desta forma, ficou evidenciada a contaminação de um dos principais mananciais subterrâneos da capital potiguar, o aquífero Dunas-Barreiras”, afirma Sarah Martins dos Reis, que atualmente é doutoranda do PPGB-UnP.

O livro busca informar sobre a qualidade da água de abastecimento, padrões de qualidade, metodologias experimentais e técnicas de purificação, bem como aborda a necessidade da adaptação das políticas públicas com gestão sustentável para assegurar a qualidade da água potável. Parte desta obra é fruto do trabalho desenvolvido na dissertação de mestrado de Sarah, com a orientação da docente Maria Aparecida e da professora doutora Heryka Myrna Maia Ramalho.

Solução para o problema já foi patenteada

A equipe patenteou (BR1020190171227) uma matriz composta por uma resina comercial impregnada com um vegetal, que reduz quantitativamente (94,5%) índices de íon nitrato. “A equipe afirma que a matriz purificante de íons nitrato, pode ser produzida em escala industrial, e pode gerar diversos benefícios para a população”.

O projeto Águas Limpas conta com a colaboração de uma equipe multidisciplinar, que incluiu os docentes Dra. Amália do Rêgo, Dra. Heryka M. Maia Ramalho e Dra. Maria Beatriz C. Felipe, Dr. Cypriano G. de Trindade Neto, Dr. Francisco H. Xavier Júnior, e os discentes Leonardo B. Aragão de Araújo, José Robério Netto, Ionne Dantas, Rosildo da Silva, Ediran dos Anjos e Francisco Jales.

Lançado pela Amplla Editora, o livro está disponível para download, gratuitamente, no site https://ampllaeditora.com.br/publicacoes/3684/.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: