Cidadania

ISD recebe atividades abertas ao público no Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha; saiba como participar

O Instituto Santos Dumont (ISD) receberá na próxima segunda-feira, 25 de julho, uma série de debates e atividades em alusão ao Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha, celebrado internacionalmente na data, na qual também é comemorado, no Brasil, o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. A programação, que vai acontecer no Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), uma das unidades do ISD em Macaíba, terá início às 9h, e se estenderá até o meio-dia. O evento será aberto ao público, sem necessidade de inscrição prévia. 

Durante a manhã, serão promovidas duas rodas de conversa. A primeira terá como tema “Mulher Negra no Poder e o Bem Viver”, e será mediada pela Coordenadora Estadual da Política de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude e da Igualdade Racial (SEMJIDH), Giselma Omilê. O debate contará com a presença de mulheres da comunidade quilombola de Capoeiras, a maior do Rio Grande do Norte, parceira do ISD na realização de projetos de educação e saúde.

“Para mim, comemorar esse dia é muito importante, pois ele simboliza as nossas lutas por direitos adquiridos. Vivemos em uma sociedade patriarcal, e esse momento é para celebrar as lutas de nossas ancestrais, das mulheres que vieram antes de nós”, afirma Aline Moura, professora na Escola Municipal Santa Luzia, localizada em Capoeiras. 

Na sequência, será promovida uma roda de conversa sobre a exposição “Essência Negra”, que traz fotografias de mulheres negras de diversas localidades do Rio Grande do Norte. Na ocasião, estarão presentes os fotógrafos Ana Cláudia Albuquerque, Kaline Lucena e Rodrigo Campos, organizadores da exposição, além de algumas das modelos retratadas nos quadros, que estão disponíveis para visitação desde o início do mês de julho no Espaço de Exposições Nise da Silveira, também localizado no prédio do IIN-ELS.

O Diretor-Geral do ISD, Reginaldo Freitas Júnior, afirma que as lutas protagonizadas pelas mulheres negras brasileiras para a construção de um mundo mais justo devem ser honradas e homenageadas por toda sociedade. “Honrar, agradecer e abraçar cada uma dessas mulheres, no dia em que celebramos  a memória da Rainha Tereza de Benguela e toda a força contida no seu exemplo, tem um significado muito especial para nós. O ISD trabalha para a construção coletiva de uma sociedade cidadã, onde o machismo, o racismo e a fome, nas suas mais diversas dimensões, precisam ser combatidos numa luta diária e tão aguerrida quanto aquela a qual Tereza dedicou sua vida. Há muitas Terezas potiguares e recebê-las para homenagear suas vidas e suas lutas muito nos emociona. Elas são as protagonistas desse encontro. Nossa casa é a casa delas.”, afirma. 

Mulheres negras na construção do poder e do bem viver

No ano de 2022, o tema escolhido para o “Julho das Pretas”, como é chamado o mês em que se celebra o Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha, e o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, foi: “Mulheres negras no poder, construindo o bem viver”.

A diretora social da Associação Quilombola dos Moradores de Capoeiras, Liliane Moura, destaca a importância de se debater a contribuição histórica de mulheres negras nas transformações sociais, e da necessidade de existirem espaços para dar visibilidade aos temas que abarquem a superação das desigualdades de raça e gênero. 

“Tereza foi uma líder quilombola, uma mulher muito à frente do seu tempo, e que lutava pela liberdade. Neste ano, o 25 de julho traz como tema “Mulheres negras no poder construindo o bem viver”, e nós temos a visibilidade de poder falar e também mostrar o quanto é necessário conversar sobre temas relacionados à superação das desigualdades de gênero e de raça, a importância das companheiras quilombolas, indígenas, militantes, se juntarem para tentar mudar a realidade na qual vivemos. Nós podemos ser sim quem quisermos ser, e todas somos um pouco Tereza”, afirma Liliane. 

Serviço

O que: Comemorações do Dia da Mulher Negra, Latina e Caribenha

Data: 25/07/2022

Horário: 9h às 12h

Local: Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS), Avenida Alberto Santos Dumont, 1.560, Zona Rural do Município de Macaíba/RN.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: