Educação

Médico potiguar é aprovado para cursar mestrado em Harvard

Um potiguar poderá realizar o sonho de estudar em duas das mais prestigiadas instituições de ensino superior do mundo, as universidades estadunidenses Harvard e Georgetown, situadas em Cambridge e Washington D.C., respectivamente.

Aprovado em ambas para cursar o mestrado, o médico mossoroense Nilson Nogueira Mendes Neto, de 30 anos, aguarda resultado de programas de bolsa de estudo e ainda não decidiu qual instituição escolherá, embora confesse estar mais inclinado a cursar o programa de mestrado em Ciências Médicas em Investigação Clínica da Faculdade de Medicina de Harvard (HMS).

Nilson graduou-se em Medicina pela Universidade Potiguar (UnP), em 2017, e já desenvolveu pesquisas muito importantes sobre a Síndrome Congênita do Zika (SCZ) e suas complicações neurológicas. Além disso, pesquisou surtos de arboviroses no Brasil. Pela importância de suas pesquisas, foi premiado pela Infectious Diseases Society of America (IDSA), sendo o único estudante na história do congresso a ser escolhido para uma apresentação oral do trabalho.

Ele conta que se preparou para receber a notícia da aprovação desde que decidiu ser médico. “Em 2014, fui para a HMS como estudante de Medicina para fazer estágio de curta temporada durante as férias da primavera. Naquela época, eu estudava na Califórnia e sonhava em conhecer a melhor escola de Medicina do mundo, como é conhecida a instituição”, relata.

Em 2017, ainda estudante, prestes a se graduar, o mossoroense retornou à HMS como palestrante no Congresso Anual da Academia Americana de Neurologia (AAN), em Boston, acerca da Síndrome Congênita do Zika no Brasil. “Fiquei muito honrado pelo convite e também senti o peso da responsabilidade de ser palestrante para os professores da universidade”, ressalta.

Outro êxito foi a apresentação do estudo sobre o tratamento de cefaleia em salvas, um tipo de cefaleia mais grave e causadora de dores mais intensas. A pesquisa foi reconhecida pela AAN como uma das melhores do evento e recebeu prêmio do Instituto Nacional de Saúde (NIH), de Chicago.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: