Pesquisa

Comércio varejista do RN possui segundo pior desempenho nacional em janeiro

O volume de vendas do comércio varejista no Rio Grande do Norte teve uma retração de 1,8% em janeiro, sendo o segundo pior resultado de todos os estados do país, superado apenas pelo Amapá (-3,7%). Os estados no Nordeste que superaram a média nacional (0,8%) foram Paraíba (1,6%), Bahia (2,3%), Pernambuco (2,5%) e Alagoas (2,8%), este último obteve o segundo melhor índice do Brasil.

Essa diminuição no volume de vendas também implicou uma redução de 0,7% na receita de vendas para o estado potiguar – a terceira pior perda de faturamento do país, atrás apenas do Amapá (-1,6%) e Amazonas (-1,9%). Esses três estados foram os únicos a registrarem variações negativas.

Desde agosto do ano passado, o acumulado dos últimos 12 meses no RN caiu quase 140%, saindo de 3,1% e indo, no mês de janeiro, para -1,2%. O único estado nordestino a conseguir um resultado positivo nesse período foi Pernambuco (0,5%).

Varejo ampliado do RN também registra segundo pior desempenho do país

O Rio Grande do Norte teve redução de 3,2% no volume de vendas do varejo ampliado em janeiro de 2022, ficando abaixo da média nacional de -0,3% e com o segundo pior resultado dentre os estados brasileiros, à frente apenas do Amazonas (-5,6%). Entre os cinco melhores desempenhos, todos são estados nordestinos: Sergipe (6,1%), Bahia (4,1%), Pernambuco, Alagoas (ambos 3,7%) e Paraíba (2,6%).

No comparativo com o mesmo mês do ano anterior, o estado potiguar registrou uma queda de -5,9%, pior resultado para esse mês desde 2005. E acumulado dos últimos 12 meses caiu atingindo, no mês de janeiro, o valor de 2,3%.

Diante disso, a queda no índice de receita do RN foi 0,9%, consistindo no pior desempenho da região Nordeste e o quarto menor do Brasil.

O comércio varejista ampliado inclui, além do varejo comum, a venda de veículos, motos, partes e peças e material de construção.

Queda no setor de serviços em janeiro interrompe dois

meses de alta no RN

O Rio Grande do Norte em janeiro registrou uma queda de 3,2% no volume de serviços em comparação com o mês anterior, interrompendo dois meses seguidos de alta. Esse foi o quarto menor valor de todo o país, à frente apenas da Paraíba (-4,8%), Tocantins (-6,3%), e Distrito Federal (-9,1%). No Nordeste, Ceará (0,6%), Pernambuco (1%), Maranhão (1,6%) e Sergipe (1,7%) conseguiram superar a média nacional.

No acumulado dos últimos 12 meses, o RN atingiu o índice de 12,1%, porém caiu uma posição ficando em quinto lugar no ranking dos estados nordestinos para esse quesito. O melhor desempenho entre todos os estados foi de Alagoas, com 22,8%.

O RN também registrou uma diminuição na receita de serviços (2,0%) em relação ao mês anterior, sendo o segundo pior desempenho do Nordeste, ficando à frente apenas da Paraíba (-3,9%). No entanto, no acumulado dos últimos 12 meses houve uma variação positiva de 15,9%.

Síntese do RN: Janeiro de 2022

Comércio

PeríodoVarejoVarejo ampliado
Volume de vendasReceita nominalVolume de vendasReceita nominal
Janeiro/Dezembro-1,8%-0,7%-3,2%-0,9%
Janeiro 2022/Janeiro 2021-7,6%6,3%-5,9%7,7%
Acumulado 2022-7,6%6,3%-5,9%7,7%
Acumulado 12 meses-1,2%13,1%2,3%16,8%
Fonte: IBGE, Pesquisa Mensal do Comércio

Serviços

PeríodoVolume de serviçosReceita nominal de serviços
Janeiro/Dezembro-3,2%-2,0%
Janeiro 2022/ Janeiro 20214,9%14%
Acumulado 20224,9%14%
Acumulado 12 meses12,1%15,9%
Fonte: IBGE, Pesquisa Mensal de Serviços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: