Gestão Pública

Segundo Ministério da Saúde, RN tem 2,2% do público prioritário vacinado contra a gripe

Ministério da Saúde recomenda que os municípios ampliem a vacinação para toda a população. Para quem faz parte do público-alvo e ainda não foi se vacinar, a pasta reforça a importância de se proteger contra a gripeCompartilhe:   Publicado em 05/07/2021 16h23

Oestado do Rio Grande do Norte imunizou, até o momento, apenas 2,2% do público–alvo para a vacina da gripe. De um total de 1,1 milhão de doses da vacina Influenza enviadas ao estado para a campanha de vacinação, cerca de 30,4 mil foram aplicadas. Neste sábado (3), o Ministério da Saúde ampliou a vacinação da gripe para toda a população acima dos seis meses de idade. A partir de agora, os gestores locais podem definir qual a melhor forma de organizar e estender a imunização em cada município. 

A campanha conta com mais de 80 milhões de doses de vacinas Influenza produzidas pelo Instituto Butantan. Cerca de 79 milhões de brasileiros fazem parte do público-alvo, que foi contemplado em três etapas. É importante reforçar que ainda dá tempo de se vacinar. Então procure um posto de saúde mais próximo e se vacine contra a gripe. Em todo o Brasil, a pasta já distribuiu mais de 73 milhões de doses de vacinas influenza – mais de 34,5 milhões já foram aplicadas.  

PÚBLICO PRIORITÁRIO 

A escolha dos grupos prioritários considera as pessoas que podem desenvolver formas mais graves da doença e a preocupação é ainda maior no inverno. 

Fazem parte do grupo: pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade. 

VACINA INFLUENZA E COVID-19 

Como duas campanhas de vacinação da gripe e da Covid-19 estão acontecendo ao mesmo tempo, a orientação do Ministério da Saúde é para que a vacinação contra a Covid-19 seja priorizada nos grupos prioritários. 

Assim, a população-alvo da vacinação contra gripe e que ainda não recebeu doses contra a Covid-19, deve receber antes a vacina Covid-19 e fazer o agendamento da aplicação da vacina influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas. 

VACINE-SE! 

Para se vacinar, é simples: vá até uma unidade de saúde levando a caderneta de vacinação e um documento com foto, para que os profissionais de saúde localizem o cadastro no sistema de informação. No entanto, não ter a caderneta de vacinação em mãos não é impeditivo para tomar as vacinas ofertadas pelo Ministério da Saúde. 

Todo o andamento da vacinação contra a gripe pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: