Saúde

Profissionais de Educação estão no grupo prioritário de vacinação contra a COVID-19

Desde o início da pandemia, o Ministério da Educação (MEC) participa do Comitê de Crise do governo federal para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da COVID-19, defendendo a importância da comunidade escolar na implementação da estratégia nacional de imunização.

Nesse sentido, o ministro Milton Ribeiro enviou ofício à Casa Civil solicitando a inclusão dos estudantes, professores e demais profissionais da educação, da educação básica, com ênfase no 1º e 2º ano do ensino fundamental, como grupo prioritário no esforço de vacinação contra a COVID-19. A sugestão foi aceita e esses profissionais foram incluídos no grupo prioritário para receber a vacinação.

No documento, o ministro da Educação informou que com a interrupção do ensino presencial, foram adotadas estratégias de ensino remoto e os seus impactos para o desenvolvimento intelectual, social e emocional dos estudantes, dos educadores, servidores administrativos e das famílias. Ele ressaltou a importância da comunidade escolar na implementação da estratégia nacional de imunização.

Ainda de acordo com o documento, “assim, considerando a relevância da retomada das aulas presenciais, com vistas à oferta do ensino de qualidade e ao ambiente de aprendizagem seguro, ressalta-se a importância da inclusão da comunidade escolar, compreendida por estudantes, profissionais da educação e colaboradores nos grupos prioritários para a vacinação contra o novo coronavírus”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: