Ação Social

Governo Federal entrega estruturas para reforçar oferta de água à população potiguar

O Governo Federal está levando melhores condições de vida à população do Rio Grande do Norte. Em Ipanguaçu, no interior do estado, o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, acompanharam a perfuração de um poço para o abastecimento na comunidade Angélica e entregaram 23 sistemas dessalinizadores que garantem água de qualidade para famílias em áreas rurais de 15 municípios.

“Um poço ou sistema dessalinizador pode parecer pouco, mas faz uma diferença enorme para quem mais precisa. Esse é um momento ímpar. Estamos levando progresso e dignidade para essas pessoas”, destacou o presidente Jair Bolsonaro, durante cerimônia nesta sexta-feira (21).

A perfuração do poço na comunidade Angélica e de outros quatro que serão perfurados em Ipanguaçu é uma ação executada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), vinculado ao MDR. Em todo o Rio Grande do Norte, 138 unidades foram contratadas pelo Governo Federal entre 2019 e 2020, com um investimento de R$ 5,3 milhões. Os recursos são oriundos de emendas da bancada do estado no Congresso Nacional.

“O poço vai mudar muita coisa, porque teremos água para consumir e para dar aos animais. Nós sofríamos muito por falta de água e essa dificuldade vai acabar. Será o fim do sufoco e da humilhação de não termos água”, afirmou Joana Darc Tavares, moradora da comunidade Angélica.

Água Doce

Na ocasião também foi feita a entrega simbólica de 23 sistemas dessalinizadores que beneficiam mais de 5,3 mil pessoas com água de qualidade em áreas rurais de 15 municípios potiguares: Apodi, Governador Dix Sept Rosado, Guamaré, Ielmo Marinho, Janduís, João Câmara, Macau, Parazinho, Pedro Avelino, Pendências, Pureza, São Miguel do Gostoso, São Pedro, São Tomé e Serra do Mel.

O Rio Grande do Norte já conta com 87 infraestruturas instaladas do Programa Água Doce (PAD) – e há ainda outras 76 previstas. Em todo o Nordeste, foram 221 sistemas repassados a comunidades rurais desde 2019. O PAD é uma política permanente de acesso à água de qualidade para consumo humano, prioritariamente no Semiárido brasileiro.

Segurança hídrica

O ministro Rogério Marinho destacou ainda os esforços que o Governo Federal vem empregando para garantir segurança hídrica no Nordeste. Na quinta-feira (20), ele acionou as comportas que liberam as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco para o Cinturão das Águas do Ceará (CAC) e do trecho do Eixo Norte que chegará à Paraíba e ao Rio Grande do Norte.

“Só quem convive com a escassez hídrica sabe a importância de ter água correndo em suas torneiras. Seguimos investindo em obras, especialmente as hídricas, para garantir que todos os nordestinos possam contar com esse recurso, vital para matar a sede e estimular o desenvolvimento econômico e social. Na quinta-feira liberamos as águas do São Francisco para o Ceará e, até julho do ano que vem, elas chegarão ao Rio Grande do Norte”, reforçou Marinho.

Também participaram da cerimônia o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos; o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Augusto Heleno; a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; e o ministro das Comunicações, Fábio Faria.

Apoio à produção de camarões

 Para criar mais oportunidades de emprego e renda na região, será ampliada a capacidade de concessão de crédito da linha FNE-Aquipesca, que atende o setor de carcinicultura no Nordeste. O valor saltará de R$ 18 milhões para R$ 500 milhões para os próximos 12 meses.

Os recursos são oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional e concedidos pelo Banco do Nordeste. A linha conta com condições de financiamento mais atrativas para que produtores possam expandir suas atividades.

O Rio Grande do Norte é o principal produtor de camarão do País, responsável por 43,2% do total da produção, de acordo com a pesquisa Produção da Pecuária Municipal (PPM), divulgada em setembro de 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Moradias em Mossoró

 Em Mossoró, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Rogério Marinho participaram da inauguração de um conjunto habitacional que leva o mesmo nome da cidade. São 300 moradias para famílias de baixa renda.

Os investimentos da União na construção das residências somam R$ 18,3 milhões e beneficiam 1,2 mil pessoas, que passam a morar com mais dignidade. Outras 600 unidades do mesmo residencial devem ser entregues nos próximos meses.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: