Opinião

Mudança de cenário não precisa significar falência

Mesmo em uma condição tão adversa, como a crise causada pelo novo coronavírus, é possível manter a esperança de empresários e empreendedores brasileiros. Restaurantes, papelarias, empresas de vestuário, de tecnologia, calçadistas e de diversos outros segmentos que não são de produtos ou serviços essenciais (como alimentação e saúde) têm uma saída.

Temos duas escolhas: aceitar que as coisas são como são e que não há nada a ser feito ou enfrentar o problema de frente e descobrir de que forma o negócio pode se adaptar para suprir as novas demandas. É preciso aceitar que as coisas já mudaram e não dá para fazer negócio do mesmo jeito. Por isso, esse momento de pausa durante a quarentena é a oportunidade ideal para que os empreendedores comecem a mudar seus posicionamentos para se adaptarem à nova realidade.

É preciso se perguntar: quero ficar para trás sem conseguir acompanhar o mercado ou fazer a diferença agora e liderar as mudanças no meu segmento? É possível fazer parte do movimento de empreendedores que irão reconstruir a economia após a crise. Através da diferenciação é possível descobrir quais ideias novas realmente vão fazer diferença na vida do cliente e quais podem ser automaticamente descartadas; como adaptar vários ângulos do negócio para que ele se torne a principal opção de compra na mente do cliente; como reconhecer qual é o seu verdadeiro mercado, nicho e subnicho e perceber aqueles que são mais fáceis de conquistar; como identificar demandas que ainda não foram preenchidas; como fortalecer seus produtos para novos mercados e descobrir o que você já oferece que nenhum outro mercado tem; entre outras descobertas fundamentais para esse momento.

Nunca precisamos tanto de empreendedores assim, de empresas que estão renascendo no próprio negócio. Qual a lição de tudo isso? O seu negócio não te define, seu produto não te define. É só algo que você está fazendo agora, alinhado com o que você acredita. Não é preciso esperar as coisas darem errado para recomeçar. Como empreendedores, vamos começar e recomeçar quantas vezes forem necessárias. Essa é a lição que essa crise nos traz: poder chegar aonde ninguém mais chegou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: