Educação

Enem 2020: Professores dão dicas de como se preparar para o exame e conteúdos prováveis de cair

A nova data da prova coincide com o tradicional período das férias escolares, o que pode dificultar o foco nos estudos finais. Portanto, o aluno precisa se organizar na rotina para não se prejudicar no exame

Ministério da Educação (MEC) adiou a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para o início de 2021. As provas impressas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro, enquanto a prova digital poderá ser realizada nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Já a reaplicação do exame acontecerá nos dias 24 e 25 de fevereiro. Os resultados serão divulgados a partir de 29 de março.

A mudança na data se deu após forte pressão de estudantes e parlamentares para adiar a prova, uma vez que a pandemia da Covid-19 afetou severamente o ano letivo e a preparação dos estudantes. “Entendemos que essa decisão não é uma decisão perfeita e maravilhosa para todos. Sabemos que não é. Então, buscamos uma solução técnica, tentando ver a data que melhor se adequa a todos”, afirmou o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel.

Preparação

As novas datas dão aos estudantes a oportunidade de se prepararem por mais tempo para o Enem. Por outro lado, elas caem – em condições normais – nas férias escolares, ou seja, período ligado ao lazer e ao descanso. Desse modo, é preciso manter o foco na avaliação para não correr o risco de ficar ocioso nos últimos momentos de preparação.

O professor de matemática do Colégio Objetivo DF, Henrique Santa Clara, lembra que o maior intervalo até a prova não pode ser pretexto para o aluno relaxar, muito pelo contrário, é uma oportunidade para intensificar os estudos. “Sempre façam as devidas revisões dos conteúdos. Atentem-se, sinalize, pontue as dúvidas e traga para nós (professores) para que te ajudemos a conseguir a vaga”.

Organização e planejamento são palavras-chave essenciais para a criação de uma rotina consistente de estudos, por isso é importante ter sempre à vista um calendário semanal com os horários destinados a cada disciplina.

Outra dica é criar grupos de colegas nas redes sociais para debater possíveis assuntos que caiam na prova, bem como temas de redação. “Utilizem ao máximo a internet e os livros para revisar alguns conteúdos. Tentem acompanhar as aulas e dicas gratuitas nas redes sociais ou as disponibilizadas pelos seus professores. Busquem canais no Youtube e sigam perfis voltados ao ENEM e ao PAS”, sugeriu Daniel Magalhães, professor e coordenador de História do Colégio Objetivo DF.

Além da imersão nos conteúdos do Enem, é preciso também se preparar psicologicamente para realizar o exame com tranquilidade. “Sugiro que os estudantes separem ao menos uma hora por dia para realizar atividades físicas acompanhadas de bons hábitos alimentares e, principalmente, de Yoga ou meditação, que podem amenizar os efeitos do estresse e ansiedade”, aconselhou o coordenador de História.

Conteúdos

À medida que determinados temas tomam conta da agenda pública e das redes sociais, eles também se tornam mais prováveis de serem cobrados na prova. Portanto, é importante acompanhar os noticiários e as tendências de conteúdo nas redes sociais.

Com a pandemia do novo coronavírus atingindo toda a população mundial, é importante aprofundar na estrutura e funcionamento dos vírus. Os alunos podem também ficar de olho nas soluções químicas de combate ao mesmo.

A Covid-19 também pode ser contextualizada na Geografia, uma vez que gerou impacto mundial e interferiu na geopolítica de muitos países. Por fim, vale buscar outros contextos históricos em que houveram situações parecidas, como a Peste Negra e a Gripe Espanhola.

O movimento Black Lives Matter também pode refletir na avaliação, principalmente se relacionado ao contexto brasileiro. “Uma tendência de provas anteriores está relacionada a escravidão dos negros no Brasil e toda a sua problematização”, comentou o professor Magalhães.

Na área de exatas, o professor Santa Clara lembra que Matriz e Analítica são novidades no Enem desde 2019, por isso o aluno deve estar atento a esses temas, mas sem deixar de lado outros importantes, como probabilidade, razão e proporção, porcentagem e juros, regra de três e funções.

“Em Física, um tema que o Enem adora é a transformação de energia, porque trabalha o cotidiano do aluno”, comentou o coordenador e professor de Física do Colégio Objetivo DF, Alex Sandro. Segundo o professor, outros temas certeiros são ondulatória, resistores e corrente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: