Macaíba

Alunos da Escola Agrícola de Jundiaí estão na final da Olimpíada Brasileira de Informática

Os estudantes da Escola Agrícola de Jundiaí Gabriel Sebastião do Nascimento Neto, Miller Matheus Lima Anacleto Rocha e Thiago Vinicius Cardoso Lopes, todos de 16 anos, estão entre os únicos representantes do Rio Grande do Norte na Olimpíada Brasileira de Informática. A disputa tem como objetivo despertar nos alunos a Ciência da Computação através de atividades que envolvem desafio, engenhosidade e competição.

A EAJ iniciou com 21 participantes na modalidade Programação, nos níveis P1, com alunos do 1º ano do Curso Técnico em Informática, e do P2, com alunos do 2º e 3º anos. Desses 21, 6 avançaram para a segunda fase. No nível P1, apenas 3 competidores do Rio Grande do Norte avançaram para a segunda fase, sendo 2 da Escola Agrícola, Gabriel Sebastião e Miller Mateus Rocha. Foram estes dois os únicos que seguiram para a terceira fase. No nível P2, o competidor Thiago Vinícius, da EAJ, foi selecionado para a fase nacional, sendo apenas 19 em todo Estado. Os participantes ganham certificados de honra ao mérito e medalhas.

A Olimpíada Brasileira de Informática ocorre desde 1999 e desempenha importante papel para os estudantes da área tecnológica, que avança em todo país. É organizada pelo Instituto de Computação da Unicamp, com apoio da Sociedade Brasileira de Computação. Os competidores recebem um caderno de questões e têm um tempo para pensar e escrever suas soluções na linguagem de programação em que mais se sentirem confortáveis e que são aceitas pela Olimpíada, como C, C++, Java, Javascript, Python e Pascal.

Ela é dividida nas fases Local, Regional e Nacional. No nível P2, os melhores competidores são convidados para um curso de uma semana na Unicamp de preparação para a Olimpíada Internacional de Informática e são novamente selecionados para compor a equipe que representa o Brasil.

Para o professor da Escola Agrícola, Josenalde Oliveira, as Olimpíadas devem ser tratadas como instrumento para contribuir para o aprendizado dos Estudantes. O professor Josenalde auxilia os alunos na resolução de questões de provas anteriores e com a preparação para o exame, incentivando os estudantes para a competição e dando apoio em todas as suas fases.

A Olimpíada é uma grande oportunidade para os estudantes despertarem ou aperfeiçoarem inúmeras competências. Além disso, grandes empresas de tecnologia têm olheiros nessa competição e dão preferência aos participantes de bom desempenho para estágios ou empregos.

O estudante Miller Rocha afirma que está gostando da experiência, pois o faz ir atrás de mais conteúdo além do passado em aula. Thiago Vinícius também está empolgado: “A experiência até agora tem sido ótima e está resultando em bastante aprendizado, tanto dentro como fora do ‘mundo da programação’, que levarei para o resto da vida”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: