Esporte

Cruzeiro vive fase de extremos em suas equipes

A equipe feminina faz boa campanha enquanto time de futsal masculino desiste de competição
Fora da elite do futebol potiguar, o Cruzeiro de Macaíba atravessa 2019 entre bons resultados e falta de investimentos. Embora a boa campanha da equipe feminina do azul e branco tenha sido comemorada por todos, o time sofre com a escassez de patrocínio para a participação de competições fora do RN, como é o caso do time de futsal masculino do Cruzeiro.

As jogadoras do futebol de campo do Cruzeiro de Macaíba participaram do Campeonato Brasileiro Série A-2. Mesmo com uma campanha de bons resultados, o time macaibenses foi eliminado pelo Botafogo (PB). A equipe potiguar ficou na 4ª colocação do grupo 3, com 7 pontos.

O presidente do Cruzeiro de Macaíba, Francisco Menguita, destacou a participação do time potiguar na competição nacional. “Eu estou muito feliz com o desempenho da minha equipe, dentro e fora de casa, agradeço bastante as meninas, comissão técnica, FNF e CBF que foram muito importantes para fazermos história. Quase passamos de fase, faltou um detalhe, mas vamos trabalhar forte pensando no próximo campeonato”, comentou.

Em 2019 e com um representante de cada um dos 27 estados, o Campeonato Brasileiro Série A-2 foi histórico para o Rio Grande do Norte. As meninas do Cruzeiro de Macaíba foram as primeiras do Rio Grande do Norte que participaram dessa competição nacional organizada pela Confederação Brasileira de Futebol.

A fase pioneira da equipe feminina não é a mesma enfrentada pelo time de futsal do Cruzeiro. A equipe, que em 2018 venceu o Estadual de Futsal, conquista que o credenciou para a Taça Brasil, que acontece de 23 a 29 de junho, em Dourados, no Mato Grosso do Sul, não irá mais participar da competição nacional.

Paulo Victor, supervisor do Cruzeiro, argumentou falta de patrocínio para a desistência da participação do celeste na Taça Brasil. “É um grito de indignação e lamento. Nós fizemos uma pré-temporada de dois meses, um trabalho forte e infelizmente como não é um ano eleitoral, nós já esperávamos por isso. Não vamos ter apoio praticamente de ninguém. O Governo do Estado tinha de praxe ajudar com passagens os clubes que representavam o futsal fora do Rio Grande do Norte na Taça Brasil. Ajudou ABC, América e o próprio Cruzeiro ano passado, mas agora fechou as portas. A Prefeitura tinha oferecido apenas o material esportivo, mas que não ia chegar a tempo e como o evento é dentro de 21 dias, a gente tinha que dar a resposta para a Federação de Futsal. Infelizmente o representante do RN no maior evento não vai participar por falta de apoio”, disse Victor ao blog Tatutom Sports.

Em nota oficial, Naxson Palhares, presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro Futebol Clube, ainda destacou a necessidade de manutenção de praças esportivas para a realização de treinamentos das equipes macaibenses. “Torcemos que as reformas dos dois ginásios, com o propósito de consolidar o município como um dos melhores palcos no estado para realização não só do futsal, como de outras modalidades de esportes de quadra, possam ser concluídas o mais rápido possível para que no segundo semestre de 2019 o Cruzeiro Futsal lute pelo tricampeonato estadual. Os trabalhos irão continuar em prol do nosso clube em busca do crescimento”, frisou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.