Economia

Sindicato do Comércio Varejista completa 70 anos

Por Anderson Tavares. Edição de  Danilo Bezerra

A história do Sindicato do Comércio Varejista de Macaíba confunde-se com a fundação das entidades empresariais da primeira metade do século vinte e com o nascimento dos sindicatos constituídos ao nascimento da CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas. Completando 70 anos de existência, muitos foram os empresários e personalidades a estarem à frente da instituição e ajudaram a movimentar a economia local.

Em sete décadas, o sindicato reuniu vozes que buscaram caminhos para atender as necessidades econômicas da cidade. Para o atual presidente da instituição, o empresário Luiz Lacerda, a instituição é “um catalisador dos anseios, das necessidades e das ações coordenadas do segmento de comércio, serviços e turismo que representa cerca de 65% do PIB de Macaíba”.

Assumindo a responsabilidade de gerar 60% dos empregos formais do município, o comércio tornou-se a base do dinamismo macaibense. “Somos o motor da economia macaibense e a entidade, como representante desta categoria, assume o protagonismo econômico”, frisou Lacerda.

Mesmo diante dos obstáculos que a economia enfrenta diante a uma das maiores recessões vivenciadas na história recente, os atuais membros do sindicato olham para a janela da história e buscam inspiração nos pioneiros. “O espírito empreendedor e de aglutinamento que sempre foi visto no empresário, no empreendedor de Macaíba, desde os seus primórdios e desde os ícones históricos do nosso comércio, como Jessé Freire e Luiz Cúrcio Marinho, os maiores representantes de nossa classe”, declarou o presidente do sindicato.

História

O Jornal do Brasil de 11 de dezembro de 1948 trouxe o ato assinado pelo Ministro do Trabalho que reconheceu como representantes das respectivas categorias, entre outros sindicatos do comercio varejista, o da cidade de Macaíba, o que nos leva a crer que o sindicato já estivesse organizado desde antes aquela data, pois o diploma ministerial era de reconhecimento a uma instituição que já existia e não de constituição.

O ministro Alexandre Marcondes Machado Filho atendeu ao pedido formulado pela Associação Profissional do Comércio Varejista de Macaíba, aprovando os estatutos e reconhecendo a nova associação que passou a denominar-se Sindicato do Comércio Varejista de Macaíba, representante das categorias econômicas do município, em conformidade com o regime instituído pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.
O mundo se reconstruía após a Segunda Guerra Mundial, cujos impactos foram sentidos em Natal, então denominada o Trampolim da Vitória. O Brasil vivia a chamada Era Vargas e em 1943 criou a legislação trabalhista brasileira.

Após o período de dois anos, foi realizada uma assembleia de onde se formou uma comissão, que em 1948 criou oficialmente o Sindicato do Comércio Varejista de Macaíba. Composta por comerciantes e empresários locais, a entidade sindical foi homologada através da Carta Sindical emitida pelo Ministério do Trabalho, no dia 26 de novembro de 1948.

O primeiro presidente da entidade, Luiz Cúrcio Marinho, além de ser o responsável pelas atividades iniciais do Sindicato, coordenando sua fundação e instalação, também era prefeito de Macaíba. A principio, o sindicato teve como sede o prédio n. 55 da Rua Dr. Pedro Velho, no centro de Macaíba. Passando depois por outros espaços, possui sede própria na rua José Gomes Mafra, n. 15.

Leia matéria completa na edição deste mês da Folha de Macaíba.

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s