Instituto Tavares de Lira recebe acervo do jornal Folha de Macaíba

O Instituto Tavares de Lyra recebeu na sexta-feira (13), a doação do acervo do jornal Folha de Macaíba, propriedade de Tadeu Oliveira, que possui 22 anos de cobertura jornalística na cidade. Trata-se de um repositório de informações e de imagens sobre Macaíba e o Rio Grande do Norte, consequentemente, fonte indispensável de pesquisa.

O acervo é composto por jornais, recortes e diversas imagens fotográficas. Tudo passará por um processo de higienização, catalogação e digitalização e em breve poderá ser fonte de consulta, disse o historiador Anderson Tavares de Lira, responsável pelo instituto.

Sediado em Macaíba (RN), o instituto foi fundado com o objetivo de preservar o arquivo do historiador Augusto Tavares de Lyra (1872-1958), escritor e político. Contudo, o instituto tem recebido em forma de doação ou comodato, arquivos de antigas instituições, famílias e personalidades de Macaíba, que visualizam na instituição o lugar de conservação e posterior divulgação desses acervos.

Contando e preservando história

O arquivo do jornal Folha de Macaíba é o segundo doado ao instituto, o primeiro foi o extinto jornal O Grande Natal (1994-2004), através dos jornalistas Rômulo Estarnley e Paulo Tarcísio Cavalcanti. O Instituto Tavares de Lyra agradece ao jornalista Tadeu Oliveira pela sua confiança no nosso trabalho.

Para Tadeu Oliveira, são centenas de edições, milhares de páginas impressas e registros fotográficos que já estão aos cuidados do presidente da instituição, o historiador macaibense Anderson Tavares de Lira. Antes de tomar essa atitude, Tadeu procurou órgãos públicos municipais mas não obteve sucesso para formalizar doação do acervo.

Ele acredita ser o mais importante registro de recente história da informação impressa na terra de Auta de Souza. “Nos últimos 22 anos aconteceram fatos importantes para o cenário jornalístico de Macaíba, alguns foram parar nas páginas da Folha de Macaíba”, diz. O próximo passo será a transferência do material fotográfico. “Alguém precisa preservar a história de Macaíba” completa Tadeu

Para Tadeu Oliveira, são centenas de edições, milhares de páginas impressas e registros fotográficos que já estão aos cuidados do presidente da instituição, o historiador macaibense Anderson Tavares de Lira. Antes de tomar essa atitude, Tadeu procurou órgãos públicos municipais mas não obteve sucesso para formalizar doação do acervo.

Ele acredita ser o mais importante registro de recente história da informação impressa na terra de Auta de Souza. “Nos últimos 22 anos aconteceram fatos importantes para o cenário jornalístico de Macaíba, alguns foram parar nas páginas da Folha de Macaíba”, diz. O próximo passo será a transferência do material fotográfico. “Alguém precisa preservar a história de Macaíba” completa Tadeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s