Fórum da Propaganda Eleitoral nas Mídias Sociais deixa documento em benefício da coletividade

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) participou do evento com comitiva formada pelo Juiz Ricardo Tinoco, Diretor da Escola Judiciária Eleitoral potiguar (EJE-RN); Juiz da propaganda eleitoral, Gustavo Bezerra, da 3ª Zona Eleitoral de Natal; Osmar Fernandes, Coordenador de Sistemas do TRE – RN; e a Assessora de Comunicação do TRE – RN, jornalista Erika Zuza.

Ao todo os 150 participantes permaneceram até pouco mais das 18 horas da última sexta-feira (02), discutindo as propostas surgidas nos três workshops realizados ao longo do dia. “Trabalho com este tema há pelo menos seis anos e aqui percebi o quanto cada um se dedicou, o quanto pessoas bem preparadas como magistrados, procuradores eleitorais, profissionais da área de tecnologia da informação e assessores de comunicação se debruçaram sobre o tema. Sobrevieram fatos e análises que não se traduzem em um simples documento final. É claro que temos um produto prático desta experiência. Contudo, eu não poderia desprezar o quanto esse caminho que percorremos juntos fez com que nós crescêssemos. Agradeço a vocês por esta experiência. O percurso, muitas vezes, supera o produto em si”, disse o professor doutor e pesquisador Diego Rais, da Universidade Mackenzie, um dos coordenadores do evento.

No encerramento do Fórum Nacional, o presidente do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais do Brasil e do TRE-MT, desembargador Márcio Vidal, ressaltou que desde o início ele havia pensado em um evento que permitisse a troca de experiências, mas que também se traduzisse em um produto prático em benefício da sociedade. “Todos nós estamos aqui custeados com recursos públicos que precisam ser devolvidos à sociedade em forma de serviços de qualidade. A produção desse documento é importante, pois iremos publicá-lo para que seja uma ferramenta útil aos juízes da propaganda eleitoral de todo o país, em benefício de todos”.

Na plenária final o resultado do primeiro painel, intitulado “Robôs, fake news, junk news e big data –  desafios da Justiça Eleitoral”, foi apresentado pelo pesquisador Diogo Rais e pelo juiz-membro do TRE-MT, Mário Kono. O resultado do workshop relativo ao segundo painel, intitulado “Como dar efetividade, na velocidade exigida, às decisões liminares”, foi apresentado pelo advogado e cientista social Daniel Falcão, pelo juiz membro e coordenador da propaganda eleitoral no TRE-MT, Paulo Sodré, e pelo corregedor do TRE da Paraíba, desembargador Romero Marcelo.

Também na plenária final apresentaram os resultados do terceiro painel a advogada eleitoralista Juliana Freitas, o juiz-membro do TRE-MT, Jackson Coutinho, o desembargador Davi Lima, do TRE de Alagoas, e servidores do TRE-MT.  O terceiro painel tratou do tema “Investigação judicial e fiscalização: procedimentos de investigação no ciberespaço”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s