Arione Diniz: compromisso com o atendimento e o bem-estar do consumidor

Foi no laboratório de uma pequena ótica no Distrito Federal que, em 1977, aos 17 anos, Arione Diniz deu os primeiros passos para criar a maior rede de varejo óptico do Brasil, a Óticas Diniz. Sexto filho de uma família de doze irmãos, o paraibano de Catolé do Rocha, na divisa do estado com o Rio Grande do Norte, tinha chegado recentemente à Capital Federal, onde conseguiu o emprego após abandonar os estudos para trabalhar na roça, em uma oficina de carro e como ajudante de pedreiro para sobreviver.

Tímido e com gagueira crônica, o jovem tinha medo de lidar com o público e ficava sempre na retaguarda da loja. Naquela época, os processos de fabricação de óculos eram bastante artesanais e Diniz mostrava certa habilidade. Um dia, ao abrir a porta do laboratório que dava para o balcão para observar o movimento, o gerente o viu e o chamou para que entregasse os óculos a uma cliente. Depois, pediu para que fizesse a adaptação de uma armação de outra pessoa e não demorou muito para que ele ficasse mais à vontade ajudando no atendimento da ótica.

Por causa da qualidade na prestação do serviço que oferecia, os consumidores voltavam e procuravam pelo “Diniz”. Três meses se passaram e ele, mesmo sendo gago, foi promovido a vendedor. Mais experiente, o jovem foi atrás do sonho de trabalhar em uma grande rede de óptica muito conhecida do Nordeste.

Em João Pessoa, na Paraíba, atuou nesta empresa como vendedor por muitos anos, sendo, inclusive, campeão de vendas na região. Neste período, em 1990, já casado e com dois filhos, a vontade de testar a sua capacidade de ter o próprio negócio começava a florescer. Com o fechamento da filial em Maceió (AL), Diniz foi demitido por corte de custos após catorze anos na empresa. Por conta disso, usou o dinheiro que recebeu da indenização para empreender.

Já morando em São Luís, no Maranhão, o jovem foi ao centro da cidade em busca de um ponto para abrir uma pequena ótica. Comprou, então, uma loja que estava à venda e dava prejuízo ao dono. Assim, em março de 1992, na Rua de Santaninha, no centro da capital maranhense, foi fundada a Óticas Diniz.

Mas, sem vender nenhum óculos na primeira semana de funcionamento da loja, Arione Diniz deu um importante passo para que fosse estabelecido um modelo de negócios totalmente focado no consumidor final. Investiu na produção de um vídeo para ser veiculado dentro da ótica e comprou espaços na televisão local para atrair o público.

A iniciativa foi um sucesso: o negócio começou a deslanchar e a empresa conseguiu inovar também no atendimento oferecido, com as melhores soluções para a saúde visual, além de opções em conforto e estética na aquisição de óculos de grau e de sol de qualidade. Pouco tempo depois, Diniz abriu outras unidades da loja na cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s