Meio ambiente: campanha recolhe lixo eletrônico, faça sua parte

Em comemoração à Semana do Meio Ambiente, a URBANA, a Miranda Computação e a Natal Reciclagem fazem um alerta à população e trabalham em uma campanha para dar o destino correto aos equipamentos eletrônicos em desuso. A partir desta segunda-feira (05) até o dia 09 de junho, a loja da Miranda na Avenida Prudente de Morais e a loja Miranda do Partage Shopping Mossoró atuarão como posto de coleta para quem desejar se livrar do lixo eletrônico acumulado em casa. Em Mossoró, em parceria com a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Mossoró.

Para o empresário Afrânio Miranda, diretor administrativo da Miranda, o lixo eletrônico tem sido um dos maiores problemas da atualidade não só pela falta de local adequado para descartá-lo, mas também por esses danos sérios que ele pode oferecer à saúde. “O nosso objetivo com esta campanha é alertar a população para o problema de acumular lixo eletrônico em casa e dar oportunidade para que as pessoas possam se livrar desses equipamentos antigos, quebrados ou em desuso. A tecnologia vem se renovando cada vez mais rápido, com isso, os aparelhos eletrônicos ficam com a vida útil cada vez mais curta e para o consumidor fica cada vez mais difícil se livrar desse lixo eletrônico”, explica. Todo material recebido durante a campanha será destinado para desmontagem, reciclagem ou reaproveitamento.

Danos à saúde

Segundo os últimos dados divulgados pela ONU, cerca de 80 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos são descartadas de forma inadequada no Brasil todos os dias, correspondendo a mais de 40% do lixo coletado. No mundo, a produção de lixo eletrônico e elétrico deverá aumentar em 19% até 2018, na comparação com 2014, chegando a 50 milhões de toneladas no ano. Somente o Brasil, produziu 1,4 milhão de toneladas de resíduos eletrônicos em 2014 número e a previsão é que em 2018, o número aumente para 1,8 milhão. De acordo com a agência das Nações Unidas, as substâncias produzidas pelo lixo eletrônico acumulado podem causar prejuízos à saúde que incluem redução da inteligência, déficits de atenção, problemas no pulmão e câncer.

“Materiais como chumbo, mercúrio, cádmio e zinco podem ser uma fonte contaminante a longo prazo se não forem reciclados de forma adequada e o que acontece hoje é que as pessoas estão guardando monitores, mouses, celulares antigos e outros equipamentos eletrônicos sem uso em casa ou misturando junto ao lixo comum e prejudicando o meio ambiente e a saúde da população”, afirma Afrânio. Segundo o empresário, a campanha de recolhimento já existe em Natal desde 2011, surgiu da parceria entre a Miranda e a Natal Reciclagem, arrecadando cerca de 10 toneladas, e tem chamado atenção das autoridades para o problema, tanto que, desde 2015, tem contado com o apoio da Prefeitura do Natal e outras empresas atuando como ecoponto. Em 2016, somente a Miranda conseguiu arrecadar 2 toneladas de equipamentos eletrônicos com pontos de coleta em Natal e Mossoró durante a semana do meio ambiente.

Material arrecadado

Nesta Campanha, serão recebidos: Celulares, carregadores, notebook, nobreak, estabilizador, tablet, CPU, monitor, TV, impressora, modem, CD-ROM, telefone, DVD, vídeo cassete, radio, caixa de som, relógio, pendrive, fios, cabos elétricos, fone de ouvido, teclado, mouse, controle remoto, câmera fotográfica, retroprojetor, placas de circuitos, conectores, gravador, scanner, swith, ipod, mp3, calculadora, lanterna, auto falante, antena, receptor, webcam, microfone.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s