Política

PT pede afastamento do governo, Robinson lamenta decisão

Em nota enviada à imprensa na noite desta quinta-feira (14), o Governo do Estado do Rio Grande do Norte lamenta a decisão do Partido dos Trabalhadores (PT) de afastar-se da coalizão político-administrativa estadual, materializada no pedido de exoneração dos cinco secretários e do diretor geral indicados pela legenda.

Os cargos são na Secretaria da Reforma Agrária, Secretaria da Mulher, Fundação José Augusto, Emater e na mais cobiçada delas: a Secretaria Estadual da Educação, até hoje tendo como titular o professor Francisco das Chagas Fernandes.

Segunda a nota, desde o início da atual gestão, os secretários contribuíram de forma inquestionável para realização de projetos e ações do Governo Robinson. O Governo agradece aos secretários e ao partido a parceria e o trabalho desenvolvido.

O PT do RN tomou essa posição, após o deputado federal Fábio Faria (PSD), filho do governador Robinson Faria, assumir publicamente decisão de votar no andamento do afastamento da presidente Dilma Rousseff neste domingo na Câmara dos Deputados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.