Governador participa da maior feira de turismo da América Latina

O governador Robinson Faria participou hoje (30), em São Paulo, da WTM Latin America, a principal feira de turismo do continente sul-americano, que reúne mais de 650 expositores de diversos países até amanhã, no Expo Center Norte. O Rio Grande do Norte conta com um estande de destaque e uma equipe de trabalho voltada para a ampliação do mercado do turismo internacional, para a maior atração de estrangeiros para as terras potiguares.

Robinson Faria conduziu reuniões com representantes de operadoras de turismo, como o superintendente da CVC (principal operadora do país), Valter Patriani, para discutir caminhos para incrementar ainda mais o turismo do RN. O governador esteve também com o presidente da Inframérica, Luiz Menghini. A empresa é administradora do aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante. Na pauta, a atração de novos voos para o RN.

Foram reuniões muito ricas, em que tratamos de medidas que devem começar a trazer resultado em breve. No ano passado já registramos um crescimento no turismo do RN superior a 20%, mas meu principal objetivo é fortalecer cada vez mais a atividade, gerando emprego e renda para o povo potiguar. Especialmente em um ano difícil para a economia, o turismo precisa e deve receber uma atenção especial”, declarou o governador Robinson Faria.

O secretário de Turismo Ruy Gaspar destacou a importância do Rio Grande do Norte se fazer presente neste que é o principal evento de turismo da América Latina. “O RN vinha, há alguns anos, ausente desses grandes eventos. Agora está aqui com um estande muito bonito, movimentado, atuando em uma série de reuniões com a presença do governo e de representantes do trade turístico, da ABIH, do Natal Convention, mostrando a força da atividade no nosso Estado”, disse.

Já a presidente da Emprotur, Ana Maria Costa, afirmou que ao longo dos três dias da WTM, que se encerra nesta quinta, o RN está participando de diversas rodadas de negociação, abrindo novas possibilidades para o turismo em território potiguar. “Estamos realizando reuniões com operadores de turismo de vários países da América Latina, e até de outros continentes, que estão aqui representados”, conta a presidente da Emprotur, Ana Maria Costa.

 “Minha Casa” vai contratar 2 milhões de unidades e ampliar número de famílias candidatas

 

Banner-MOSQUITO-560x80px

O Governo Federal lançou nesta quarta-feira (30) a terceira etapa do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV3), para contratar mais 2 milhões de unidades em todo o país até 2018. Nos próximos dois anos serão investidos cerca de R$ 210,6 bilhões, dos quais R$ 41,2 bilhões são do Orçamento Geral da União.

O MCMV3 criou uma nova Faixa de renda, chamada Faixa 1,5, ampliando os subsídios para famílias que ganham até R$ 2.350,00. Além disso, a seleção dos beneficiários das Faixas 1 e 1,5 será feita pelo Sistema Nacional de Cadastro Habitacional, conferindo mais transparência ao processo. Está previsto ainda melhorias nas unidades habitacionais.

Beneficiários e interessados poderão acompanhar todo o processo pelo Portal do Minha Casa Minha Vida (www.minhacasaminhavida.gov.br) que concentrará informações sobre o programa, simulador de financiamento, além da situação cadastral de cada família.

NOVA FAIXA 1,5

A nova Faixa 1,5 foi criada para atender a parcela da população que tinha dificuldades para acessar o programa pelos padrões anteriores: renda pouco superior ao máximo permitido na Faixa 1, mas com dificuldades para encontrar imóveis da Faixa 2 compatíveis com a capacidade de financiamento.

Dessa forma, o programa vai ampliar os subsídios para famílias que recebem até R$ 2.350 mensais. A nova Faixa terá subsídios de até R$ 45 mil, para imóveis até R$ 135.000,00, de acordo com a localidade e a renda, além de financiamento com juros anuais de apenas 5%.

A partir do dia 4 de abril, os interessados desta Faixa farão seu cadastro pelo site do programa, que definirá os beneficiários pelo novo Sistema Nacional de Cadastro Habitacional.

AMPLIAÇÃO DAS FAIXAS DE RENDA

Para permitir que ainda mais famílias acessem o programa, as demais Faixas também tiveram seus limites de renda ampliadas. O teto da Faixa 1 passou de R$ 1.600 para 1.800; a Faixa 2 vai de R$ 3.275 para R$ 3.600; e a Faixa 3 admitirá famílias com renda de até R$ 6.500, valor que antes era de R$ 5.000.

Hospital Walfredo Gurgel completa 43 anos nesta quinta

Banner-MOSQUITO-560x80px

Ele completa 43 anos nesta quinta-feira (31). E para comemorar, uma missa campal, na área em frente ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS), a partir das 9h, será celebrada pelo capelão do HMWG, Padre Francisco Rodrigues de Lima. Em seguida, o Coral Saúde em Canto, fará uma apresentação. Desde que recebeu o nome de Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), em 31 de março de 1973, que a saúde pública do Rio Grande do Norte (RN) escrevia um novo capítulo em sua história.

A atual estrutura física com 284 leitos, equipamentos modernos como raio-x digital, tomógrafo, monitores cardíacos multiparâmetros, 45 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTIs), abertura de novos serviços como o Núcleo de Qualidade e Assistência Hospitalar (NAQH), de Segurança do Paciente (NSP), Classificação de Risco, e da alta demanda de atendimentos com a confecção de mais de 300 boletins/dia, pouco lembra o Walfredo Gurgel registrado na lembrança dos funcionários veteranos que ainda atuam no hospital, alguns com até 37 anos de serviços.

Um destes veteranos é o chefe da Divisão de Serviços Gerais (DSG), Raimundo Nonato da Cruz. Ele relembra que, em 1979, o quadro de pessoal do hospital “não chegava a 300 funcionários”. Dos serviços extintos, ele diz que a Universidade Federal do RN disponibilizava uma disciplina de ortopedia para estudantes de medicina. Do parque tecnológico, Nonato fala que só existia um equipamento de raio-x. “Ainda não tínhamos tomógrafo. Não havia muitos recursos digitais e os exames clínicos eram mais minuciosos. Já trabalhando aqui, fui diagnosticado com uma apendicite, através apenas do resultado de um exame de sangue e fui operado em menos de 24h”, recorda.

Outra servidora que guarda boas memórias do início do Walfredo Gurgel é a atual diretora geral, Maria de Fátima Pereira Pinheiro. Chegando ao hospital em 1986, ela lembra que a unidades contava com 42 cirurgiões gerais. “Fui a primeira cirurgiã geral do Walfredo. Cheguei insegura, fui colocada de cara para atender ao trauma e tinha dias que atendia sozinha no Serviço de Atendimento as Urgências (SAU – hoje chamado Politrauma). Mas isso não impediu que Fátima, logo de cara, impusesse rapidamente seu estilo inquieto e acelerado. Prova disso é que “pouco tempo depois, fui nomeada chefe do plantão”.

Naquela época, Fátima revela que o Centro Cirúrgico funcionava onde hoje está o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ). Já o Centro era localizado no 5º andar. “Eram quatro salas cirúrgicas (o Walfredo hoje conta com seis), três cirurgiões por plantão e a demanda era infinitamente menor. Não havia pacientes nos corredores, nem entubados no Politrauma”.

A aposentada, Clévia Madureira de Sena, também fala com saudade de um Walfredo Gurgel que não existe mais. Enquanto esteve na ativa, Clévia foi secretaria da direção durante 26 anos. “No prédio onde hoje é o serviço administrativo, funcionava o ambulatório. Tinha ortopedia, laboratório e até atendimento ginecológico. Todo o espaço ocupado hoje pelo Clóvis Sarinho era destinado a estacionamento de veículos. Havia uns bancos nessa área também onde a gente sentava nos momentos de folga para conversar”.

Nestas mais de quatro décadas, o Walfredo Gurgel passou por várias dificuldades. Muitas ainda se repetem como os pontuais desabastecimentos, a superlotação e a ambulancioterapia. Contudo, mesmo diante de tantas dificuldades, o hospital cresceu tanto assistencialmente, quanto em sua estrutura física e na qualificação de seus profissionais. São 43 anos de avanços, percalços, histórias de derrotas e superação, de fé e esperança, de gente que veste a camisa e que acredita em uma saúde pública de qualidade. São histórias inteiras de vida passadas entre suas dependências. Histórias de namoros, casamentos, falecimentos, de encontros e despedidas, de fazer o melhor com o que se tem, de entrega, dedicação, de amor ao próximo.

Comitiva da Fecomércio visita Instituto Santos Dumont em Macaíba

Uma comitiva liderada pelo presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, visitou as unidades do Instituto Santos Dumont, em Macaíba, na manhã d terça-feira, 29 de março. A entidade oferece ações e projetos nas áreas de educação e de pesquisas em múltiplas áreas do conhecimento voltados para crianças, jovens e adultos. O funcionamento do Instituto foi apresentado pelo diretor de Ensino e Pesquisa, Reginaldo Freitas, e pela diretora dos Centros de Educação Científica, Dora Montenegro.

A instituição é uma organização social privada, sem fins lucrativos, e mantém convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Possui seis unidades no Brasil, das quais cinco estão situadas no Rio Grande do Norte: Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra; Centro de Educação Científica Escola Alfredo J. Monteverde; Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi; Escola de Educação Básica Lygia Maria Rocha Laporta; e o Campus do Cérebro – esses dois últimos em fase de construção.

O Centro de Educação Científica atende cerca de mil alunos, sendo 600 em Natal, na unidade localizada no bairro de Cidade da Esperança, e outros 400 alunos em Macaíba. Os jovens de escolas públicas do 6º ao 9º ano adquirem conhecimento através da educação científica, aliada à tecnologia, em seis oficinas.

“Os alunos conceituam a partir do que aprendem, mas na prática. Envolvemos a realidade do município quando transmitimos os conhecimentos e há uma parceria forte entre aluno e professor. A meta é que eles aprendam o máximo possível”, afirmou Dora Montenegro. Reginaldo Freitas reforçou a necessidade da sociedade civil conhecer o trabalho do Instituto Santos Dumont. “É muito importante a visita do Sistema Fecomércio. Há uma carência de informação e essa é uma forma de estreitar laços”, disse.

O presidente Marcelo Queiroz parabenizou o trabalho realizado no Instituto Santos Dumont, pela forma como contribui para o desenvolvimento social e educacional de Macaíba. “É um projeto importante e segue a filosofia do Sistema Fecomércio, de formar um cidadão. É através da educação que garantimos um futuro melhor para nossa cidade, nosso estado”, afirmou Queiroz. O vice-presidente da Fecomércio, o macaibense Luiz Antonio Lacerda, ficou “muito entusiasmado” com o projeto desenvolvido na sua cidade natal e destacou a importância da educação na formação dos jovens.

O grupo também conheceu o Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi que em 2015 realizou mais de 12 mil atendimentos em áreas como neurologia, fisioterapia e psicologia.  Já na visita ao Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra, o coordenador de pesquisa, Edgard Morya, comentou que o Instituto conta com a parceria de instituições internacionais, que possibilita que estudantes de diversas competências realizem experimentos neurológicos inéditos no país.

Sesc está com inscrições aberta para a 7ª edição da Corrida do Comerciário

Banner-MOSQUITO-560x80px

Começaram nesta terça-feira (29/03) as inscrições para a 7ª edição da Corrida do Comerciário, promovida anualmente pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc. Até o dia 07/04 são exclusivas para os comerciários, e de 08 a 22/04 estão abertas para comerciários e comunidade em geral.

São 1.600 vagas disponíveis, com percursos de 4km e 8km, nas categorias adulto (portadores de necessidades especiais, comerciário e comunidade feminino e masculino), e crianças (7 a 13 anos). Os kits dos atletas (camisa, chip descartável e número de peito) serão entregues no Sesc Cidade Alta, nos dias 29/04 (8h às 20h) e 30 de abril (8h às 16h).

A Corrida do Comerciário acontece no dia 1º de maio, Dia do Trabalhador, com largada do Sesc Zona Norte de Natal (Rua: Paranduva, s/n), às 16h para crianças, e às 16h30 para os adultos (masculino e feminino). Antes da largada haverá um aquecimento aeróbico e no pós- chegada dos atletas inscritos contarão com reposição hídrica e calórica, massagem, mural para fotos e banheiros químicos.

Uma novidade para os pequenos será o espaço kids, com uma mini Vila Olímpica, com jogos, recreação dirigida e oficina de pintura temática com espaço para exposição.

 Os três primeiros lugares nas categorias adulto receberão troféus, e medalhas para todos que concluírem o percurso.

Macaíba realiza mutirão de combate ao  glaucoma

Banner-MOSQUITO-560x80px

Com objetivo de identificação precoce da doença, será realizado entre os dias 13 e 14 de abril, das 8h às 16h, no Centro de Convivência Pax Club, um mutirão de combate ao glaucoma. Silenciosamente, a glaucoma é capaz de causar muitos distúrbios visuais, inclusive à cegueira.

Promovido pela Secretaria de Saúde, o mutirão é uma ação de prevenção à saúde realizada pelo município. Pela informação da assessoria de comunicação da prefeitura, o paciente que participar do mutirão será cadastrado com vistas a passar por uma avaliação de seu quadro clínico. Caso seja diagnosticada alguma anormalidade relacionada ao glaucoma, ele será medicado e receberá futuro acompanhamento oftalmológico. A cada três meses passará por uma nova consulta e, consequentemente recebendo nova medicação.

Qualquer pessoa poderá realizar o exame na ocasião do mutirão. Para tanto, será necessário que esteja munida da seguinte documentação: RG (original e cópia), CPF (original e cópia), cartão do SUS (original e cópia) e comprovante de residência (original e cópia).

Governo estende prazo para regularização de ciclomotores

Banner-MOSQUITO-560x80px

O Governo do Estado decidiu estender o prazo para a regularização dos ciclomotores, conhecidos popularmente como “cinquentinhas”, adquiridos antes de 31 de julho de 2015. O processo de registro e licenciamento dos veículos, coordenado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN), seria finalizado nesta segunda-feira (28), mas através de nova portaria a ser publicada amanhã (29) no Diário Oficial do Estado (DOE) o prazo será acrescido em 30 dias. Assim, os proprietários de “cinquentinhas” terão até o fim de abril para regularizar os veículos. Os ciclomotores são veículos de duas ou três rodas, cuja cilindrada não ultrapasse 50cc e a velocidade máxima não ultrapasse os 50 km/h.

A decisão pela edição da nova portaria partiu do governador Robinson Faria. “Resolvemos aumentar o prazo para atender aos pedidos dos condutores, permitindo que os proprietários dos ciclomotores de todo o estado tenham tempo suficiente para regularizar seus veículos”, disse o chefe do poder Executivo.

A nova portaria não altera o sistema de regularização dos veículos. O proprietário do ciclomotor, sendo pessoa física, deve apresentar ao Detran-RN o comprovante de endereço e a nota fiscal de aquisição do veículo ou preencher uma Declaração de Procedência com firma reconhecida em cartório.

Após passar por vistoria e pagar o seguro obrigatório (DPVAT), na quantia de R$ 292,01, e a taxa de licenciamento, no valor de R$ 65 (veículo não financiado) ou R$ 95 (veículo financiado), o ciclomotor estará registrado e liberado para transitar. Não é necessário o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), pois os ciclomotores são isentos.

De acordo com a Lei Federal nº 13.154/2015, o condutor de ciclomotor  tem que possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A ou Autorização para Condução de Ciclomotor (ACC). O condutor de ciclomotor que for flagrado fora dos critérios exigidos será multado no valor de R$ 127,69 e pode ter o veículo apreendido. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) ainda determina que quem guia as “cinquentinhas” também precisa ter os mesmos cuidados de segurança que os motociclistas, incluindo, por exemplo, o uso de capacete.

Até o início deste mês de março o Detran-RN já tinha emplacado mais de 6,5 mil ciclomotores, sendo 5.121 no interior e outros 1.439 em Natal.